10 Coisas que acontecem com seu corpo enquanto você pedala

10 Coisas que acontecem com seu corpo enquanto você pedala

Enquanto você pedala muitas coisas acontecem com seu corpo.
Com uma simples passeio de bike, os ossos são cobertos de óleo, pupilas se dilatam, músculos que acumulam ácido e muitas outras coisas.
Conhecer os detalhes faz entender o quanto é importante conhecer e respeitar seus limites.
Faça suas atividades sempre com acompanhamento médico.
Conheça 10 coisas que acontecem com seu corpo enquanto você pedala.
Músculos:
Como uma atividade repetitiva, a intensidade nas pedaladas acumula ácido lático nos músculos e no sangue, causando fadiga e dor. Porém com o tempo, a prática leva ao costume, e seus músculos ficam mais preparados com a intensidade.

Pele:
Após 10 minutos, a pele transpira diminuindo a temperatura. Se não ocorresse isso, a temperatura subiria 1 grau/ 8 minutos.

Articulações:
Quanto mais se usa as articulações, mais lubrificação. Assim fazendo com que os ossos não se lesionem na execução de movimentos consecutivos.

Coração:
O coração acelera, distribuindo mais o sangue para o corpo, alimentando o movimento. O coração acelera de acordo com as pedaladas, chegando a dobrar após uma hora de exercício. Graças a esse trabalho sincronizado, após o exercício, a diminuição do bombeamento do coração previne doenças cardíacas.

Cérebro:
Pedalar garante boas descargas de endorfina e serotonina, hormônios ligados ao prazer e ao bem-estar.

Olhos:
Se o exercício for muito intenso, ao atingir cerca de 80% da capacidade cardiorrespiratória máxima, o corpo inicia a produção de adrenalina, que entre outros sintomas, causa dilatação das pupilas. Deve-se sempre usar óculos com proteção contra raios solares e aumentar ritmo das piscadas para manter o olho sempre bem lubrificado.

Nariz:
É o melhor meio para a respiração porque mantém a temperatura e a umidade ideal durante o exercício. Como a pedalada vai forçar os pulmões a trabalhar intensamente, caso você esteja resfriado, com muco preso nos brônquios pulmonares, ele acabará expelido.

Boca:
O suor pode desidratar um ciclista caso ele não tenha uma reserva de água. Então sempre tenha em mente tomar um litro de água a cada hora, com doses de 150ml/20 minutos.

Pulmões:
Quanto mais intenso o exercício, mais difícil a respiração. Se o batimento cardíaco com 85% da frequência cardíaca máxima do ciclista, será tão difícil respirar que não irá sair mais que uma palavra antes de você precisar respirar novamente, então diminua o ritmo se preciso.

Aparelho digestivo:
 Os alimentos que você consome, principalmente os com bastante concentração de carboidratos e pouca gordura(pães e massas), são metabolizados e se transformam em energia distribuindo para o corpo no exercício aumentando o desempenho.

Related posts

Leave a Comment